Campanha de assinaturas para pedir a Obama que não ataque a Síria

MADRI, 03 Set. 13 / 01:55 pm (ACI/EWTN Noticias).- A organização espanhola HazteOír organizou uma campanha para recolher assinaturas para pedir ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que não comece um bombardeio contra a Síria, destruindo “cidades cheias de pessoas inocentes”.

“A guerra contra a Síria seria a primeira guerra promovida por um prêmio Nobel da Paz. Recorde isso agora mesmo a Obama. Talvez este dado lhe faça refletir. Talvez a soberba que acompanha a tantos homens públicos se dissolva ao recordar que tem uma obrigação com a Humanidade como prêmio Nobel da Paz”, denunciou a organização com sede na Espanha.

HazteOír advertiu que ” temos somente 3 dias” para deter o presidente dos Estados Unidos em sua intenção de atacar a Síria, evitando “que se converta em outro político sanguinário”.

“Segundo The Washington Post, serão dois dias de morte e destruição. Outras fontes assinalam que a operação não poderá durar menos de 10 dias. Imagina o que deve ser viver em uma cidade bombardeada com semelhante armamento horas e horas, dia e noite? E para que?”.

A organização indicou também que cada um dos mísseis que o presidente dos Estados Unidos lançará sobre a população síria custa um milhão de euros (ao redor de 1,3 milhões de dólares).

“Quantas coisas positivas poderiam fazer-se com as centenas de milhões de euros que vão se utilizar para massacrar a população síria!”, criticou.

A mensagem, que será enviada à Casa Branca com todas as assinaturas, pede a Obama que “não bombardeie a Síria, que renuncie à guerra. E caso comece realmente com a guerra, que devolva o Nobel da Paz imediatamente”.

O Patriarca católico da Babilônia dos caldeus, Louis Sako, assegurou que uma intervenção militar liderada pelos Estados Unidos contra a Síria seria “uma catástrofe. Seria como fazer explodir um vulcão com uma explosão destinada a arrasar o Iraque, o Líbano e a Palestina”.

Em suas palavras prévias à oração do Ângelus, ontem na Praça de São Pedro, o Papa Francisco convocou para este sábado 7 de setembro um dia de jejum e oração pela paz na Síria, Meio Oriente e no mundo.

“No dia 7 de setembro, na Praça de São Pedro, aqui, das 19h até as 24h, nos reuniremos em oração e em espírito de penitência para invocar de Deus este grande dom para a amada nação síria e para todas as situações de conflito e de violência no mundo”, disse o Santo Padre, assegurando que ” a humanidade precisa ver gestos de paz e escutar palavras de esperança e de paz!”.

Para assinar a mensagem pedindo a Barack Obama que não bombardeie a população Síria, pode ingressar em: http://hazteoir.org/alerta/53080-se-or-obama-no-otra-matanza-siria

(Fonte: ACI Digital)